notícias

Transwolff leva crianças do Pq. Sto. Antônio ao  Zoológico

  • julho 31, 2017

  • 0 comentário(s)

A Transwolff Turismo levou, de graça, na sexta-feira, dia 21, cerca de 50 crianças, entre 6 e 12 anos, mães e monitores da associação comunitária “Amanhã para Todos” que moram no Pq. Sto. Antonio um dos bairros mais pobres do extremo sul da zona sul de São Paulo ao Jd. Zoológico, também na zona sul.

É a primeira vez que maioria das crianças foi ao zoológico. No Pq. Sto. Antonio não tem CEU (Centro Educacional Unificado),   parque nem centro cultural.

Estas crianças frequentam a associação comunitária,  um espaço que abre as portas para as crianças pobres da região onde têm acesso ao lazer e à cultura. Inclusive nas férias a associação funciona onde as crianças participam de várias atividades com monitores voluntários da comunidade.

A presidente da associação Sonia Melo agradeceu a Transwolff pela liberação do ônibus e reiterou que a palavra para definir esta ação da empresa é gratidão.

“A Transwolff realizou o sonho de muitas crianças. A palavra que encontro no olhar delas é gratidão. Isso é uma coisa que me motiva ainda mais. A gente procura a empresa que cede o ônibus. Quando a criançada viu o ônibus: ‘tia, olha o tamanho do ônibus’”.

“Outras empresas de ônibus poderiam ter esse tipo de projeto. Parabéns e obrigado, Transwolff por ter dado essa oportunidade para essa criançada que tem uma vida difícil, casos até de pai privado de liberdade”, agradeceu.

A professora da associação Fernanda Marques Barbosa, 36 anos, que ministra aula de ginástica localizada, afirmou que outras empresas poderiam ter esse tipo de projeto. “A gente que está aqui na ponta sabe o quanto isso é importante para elas.”

“Este ônibus caiu do céu”, foi desta forma que a dona de casa Jéssica Caroline Silva, 27 anos, mãe de Alan, 13 anos, que é especial,  reagiu assim que viu o ônibus.
A cabeleireira Erika Córdoba, 27 anos, mãe do Pedro, 9 anos, e Ana Clara, 4 anos, afirmou que os filhos amaram o passeio. “Acho que gostei tanto quanto eles. Tinha ido ao Zoológico há 22 anos”, afirmou.
A dona de casa Michele Garcia Pires, 29 anos, mãe de Kuã, 9 anos, e Emanuelle, 4 anos, disse que jamais imaginou que uma empresa disponibilizava ônibus para esse tipo de passeio, desconhecia.
“Achei superinteressante. Fiquei surpresa e agradecida. Sei que o passeio só foi possível por causa do transporte. Meus filhos só conheceram o zoológico porque vocês deram o ônibus”, agradeceu.
Para Luiz Carlos Efigênio Pacheco, presidente da Transwolff, o investimento no trabalho social é uma dos pilares da empresa. “É muito gratificante para a empresa este trabalho. Ler o depoimento das mães e da presidente da associação mostra que estamos no caminho certo. Me deixa emocionado”, afirma Pacheco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *